Blog

Você sabe diferenciar os principais tipos de fluido de corte do mercado?

Este post vai te ajudar a entender as principais diferenças entre os tipos de fluido de usinagem existentes no mercado. Fique com a gente!

Como já dissemos em posts anteriores, a qualidade final de uma peça usinada está diretamente relacionada ao fluido de corte utilizado no processo de manufatura. 

O grande desafio de qualquer empresa é entender qual o fluido que melhor se enquadra à sua demanda!

Portanto, hoje vamos falar um pouco sobre cada tipo de fluido de usinagem, explicando as principais diferenças entre eles.

Vamos lá!

 

Fluidos minerais 

Os fluidos minerais atualmente são pouco utilizados na indústria metalmecânica devido ao seu alto custo. Por isso, as aplicações deste tipo de óleo são bastante específicas <preciso de exemplo de aplicações>

Os óleos minerais formam emulsões leitosas quando misturados com água e possuem boas propriedades lubrificantes. Por isso, geralmente é utilizado para manter a lubrificação do processo.

São menos refrigerantes e se deterioram mais rapidamente devido ao surgimento de bactérias. 

 

Fluidos sintéticos

Esse tipo de fluido de usinagem não contém óleo em sua composição. São constituídos de sais orgânicos e inorgânicos que formam soluções em água.

Com alto poder de refrigeração, lubrificação e boa proteção anticorrosiva, os fluidos sintéticos são aplicados em larga escala, sobretudo em operações de usinagem de alto desempenho, como a retificação, por exemplo.

É o “queridinho” da indústria metalmecânica devido às suas propriedades e ao seu custo-benefício. Estáveis,os óleos sintéticos são pouco atacados por bactérias.

Nesta linha, a Solutio oferece o SOL ECO 3055, fluido sintético com alto poder de refrigeração e lubrificação em operações com metais ferrosos e não ferrosos. Sua formulação conta com agentes inibidores que evitam o aparecimento de manchas em metais amarelos e alumínio. 

 

Fluidos semissintéticos

Também conhecido como óleos mistos, aqui temos o meio termo entre dois tipos de fluido de usinagem: minerais e sintéticos. 

Os fluidos semissintéticos, além de mais acessíveis financeiramente, são mais duráveis e apresentam maior resistência aos ataques bacterianos em relação aos minerais. 

 

Uma de suas principais propriedades é a lubrificação, o que permite maiores velocidades e avanços. 

 

Indicado para  usinagem geral, o fluido semissintético SOL 2050 EP/AC – desenvolvido pela Solutio – conta com aditivos de extrema pressão e evita manchas e corrosões em metais amarelos e alumínio. Possui excelentes propriedades lubrificantes e refrigerantes e é resistente à degradação bacteriana.

 

Fluídos vegetais

São fluídos de corte que contêm óleos ou ésteres vegetais em sua composição. Por serem ecologicamente corretos, apresentam preços mais elevados do que os demais tipos de fluido de usinagem. 

São isentos de componentes como óleo mineral, cloro, nitrito, entre outros. Por isso, não causam danos à pele dos operadores, evitando dermatites.

No geral, são ideais para a usinagem de metais ferrosos e não ferrosos, em diferentes operações. 

O fluido solúvel vegetal SOL ECO 3070, por exemplo, é recomendado para operações de médias à alta severidade. Sua composição, balanceada com agentes inibidores, evita o aparecimento de manchas em peças de alumínio e metal amarelo.

Além disso, o produto apresenta proteção anticorrosiva em metais ferrosos e oferece excelente acabamento superficial das peças.

 

Você conhece a linha SOL ECO?

A linha SOL ECO, da Solutio, é ideal para operações de usinagem geral de metais ferrosos e não ferrosos com leve, média e alta lubricidade. 

Isenta de óleo mineral, nitrito, cloro e metais pesados, a  SOL ECO é muito menos agressiva à pele dos operadores e, também, ao meio ambiente. 

Ao todo, a linha reúne sete produtos, sendo cinco com base éster (vegetal) e dois sintéticos. Devido ao uso de bactericidas de última geração, os produtos apresentam alta resistência à degradação bacteriana. 

8 benefícios da linha SOL ECO

1 # Ótima capacidade de refrigeração

2 # Alta lubricidade e aumento da vida útil da ferramenta de corte

3 # Excelente acabamento superficial das peças usinadas 

4 # Características anticorrosivas 

5 #  Isento de óleo mineral, nitrito e cloro.

6#  Não é prejudicial ao meio ambiente e à derme dos operadores

7# Alta resistência à degradação bacteriana

8 # Maior produtividade

 

Depois deste post você está preparado para escolher o tipo de fluido mais adequado para a sua demanda. Se tiver dúvidas ou precisar de mais informações, fale com a gente.

Nosso time está sempre pronto para te ajudar!

 

Compartilhe esse post